30
Jun 11

Imagem recolhida na Internete

 

Saudades de casa...

 

Saudades de casa

Foi o que hoje senti todo o dia

Saudades profundas

Como se há muito lá não estivesse

Mas dentro de minha casa eu estava

Acompanhado das Sombras do Passado

Fantasmas mudos ondulando de braços erguidos

Sem abraços nem beijos podermos trocar

Gostava de perder as Saudades do Passado

Porque do Passado nem Amor nem Afetos recebo

Perco apenas um tempo precioso

Que ao meu amor me faz sentir morrer aos poucos

Quero deixar andar lá para fora de mim à solta

Todos os Fantasmas Passados do meu Passado

Para poder Viver este meu Presente

Sem desejar pensar em Futuro nem em Passado

Bem antes que meus Afetos e o meu Amor se sequem

Saudades de casa

Saudades de voltar amar alguém

Que amor de verdade tenha para me dar

Que saudades de sua casa deseje perder também

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2011-06-30

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 22:45
sinto-me: com vontade de amar novamente!

Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
15
16
17
18

20
21
22
23
24

26
27
28


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO