04
Ago 11

 

A Mentira deliberada...

 

A Mentira deliberada

É arma mortífera

De carnificina incalculável

Se te atreveres a mentir

Aos teus descendentes

Usando a sua Boa-Fé cega em ti

É como se os levasses mãos dadas

Exigindo-lhes que vendassem seus olhos

Guiando-os direitinhos aos Abismos

Para por lá se precipitarem

Por tua causa nunca mais as suas mãos

Se estenderão abertas e francas

Às tuas mãos mentirosas

Nem alguma vez mais

Nas mãos dos humanos acreditarão

Para dares dinamismo à tua causa

Deformaste-a a teu belo prazer

Mergulhando deliberadamente

Na sombra cómoda da tua perversa Mentira

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2011-08-03

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 20:22
sinto-me: preocupadissimo...!!!

Ler este post é lembrar-me da força da verdade, da audácia das palavras, da gratidão dos momentos e da forma como as relações entre as pessoas se têm de pautar pela simplicidade dos gestos.
Obrigado amigo Marcolino.
Um abraço,
João Nuno
João Nuno a 10 de Agosto de 2011 às 02:59

Agosto 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
17
18
19

22
24
25
26
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO