23
Jun 12

 

Abracei-te…

 

Abracei-te

Abracei-te hoje

Abracei-te tranquilamente

Abracei-te com todo o meu prazer

Abraçar-te soube-me muitíssimo bem

Abraçar-te foi aconchego mútuo

Abraçar-te com ternura foi tranquilizante

Abraçar-te sem te magoar foi natural

Ao meu ouvido segredaste serenamente

Abracemo-nos eternamente assim

Olhamo-nos olhos nos olhos

Verdadeiros

Sorrimo-nos com prazer

Sentindo nossos dois abraços sinceros

Como se de um verdadeiro e eterno abraço

Se tratasse

Olhavas fixamente para mim

Senti-te afrouxar o teu abraço

Desfaleceste

Fortaleci meu abraço cingindo-me mais a ti

Tua cabeça tornou-se pendente

Teu corpo se amoleceu e do meu se desfez

Não chorei porque em testamento mo pediste

Não quebrei porque finalmente me recordaste

Que se nos cumprimentássemos

Com um doce abraço no nosso dia-a-dia

Desde a aurora até sol-pôr

 O Mundo seria um Grande Abraço

O Mundo seria bem melhor

Abraçando-me

Abraçando-me hoje

Abraçando-me tranquilamente

Abraçando-me com todo o teu prazer

Abraçaste-me…

 

© M. Osorio

 - Peregrino -

  2012-06-23

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 23:12
sinto-me: abraçar-vos...!!!

Linda homenagem a alguém que faz parte de si, percebe-se.
Bom Domingo meu amigo, espero.
Abraço
Marta M
Marta M a 24 de Junho de 2012 às 15:57

Olá Marta!
Mais uma vez, um obrigado, pelos seus comentários...
Abraço!

Junho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22

24
25
26
27
28
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO