13
Ago 12

 

Sonhei…

 

Sonhei

Esta noite sonhei

Sonhei tranquilamente

Sonhei que de férias estava…

A casa era de madeira

A casa era acolhedora

A casa estava envolta de verdura

A verdura emoldurada por uma cerca

E para que os dias fossem temperados

Uma linda piscina de fundo azul

Com água temperada pelo quente do sol

Convidava-me a dar umas tranquilas braçadas

Acordei

Afinal tinha sonhado

Deitei contas à vida

Mais uma vez não tinha verba disponível

Para umas férias assim tão tranquilas

Estava muito calor

Levantei-me e fui até à rua refrescar-me

Com a morna brisa desta madrugada

Sentei-me no murete

Pertinho da paragem do autocarro

Acendi um cigarro

Aspirei tranquilamente o fumo

Soprei-o de igual modo

Espilrei

Senti o frio do suor a secar

Sobre o meu tronco sem camisa

À cautela regressei a casa

Com prazer tomei um chuveiro frio

Quase de imediato regressou o sono interrompido

Deitei-me esperançado

Aquela esperança inabalável de quem deseja algo

Rezei para que o sonho regressasse

Para ficar a saber onde seria aquele local

Quiçá para o ano ir lá saborear as férias

Sonhei…

 

© M. Osorio

 - Peregrino -

  2012-08-13

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 09:12
sinto-me: a necessitar destas férias...
tags: ,

Bonita maneira de começar o dia lendo sobre este seu sonho..Por isso voltei aqui para lhe agradecer esta partilha tão humana.
Quem sabe, dizem que a vida sempre nos surpreende e que o melhor dela vem..de repente.
Apostemos nisso meu amigo e, no entretanto, sei que consegue ser também muito feliz e realizado nas pequenas coisas como se lê por aqui ;)
Um abraço
Marta M
Marta M a 13 de Agosto de 2012 às 12:40

Olá Marta!
Pode crer, querida amiga, o melhor da vida, tem-me acontecido, ciclicamente, bem fora dos meus projectos, quantas e quantas vezes, sentidos como quase que irrealizáveis. ;)
Abraço
Marcolino

Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
15
16
17
18

19
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO