06
Out 12

 

É Fim-de-semana…
 

É Fim-de-semana

Oh mas que óptimo

Porque sou forreta de movimentos

Resolvi ir até aminha praia

Instalei-me na minha cabana

Resoluto a nada fazer

Levei um séquito de empregados

Para ser poupado e bem servido

A tarde estava de sol

Sol óptimo para manter o bronzeado

Da cabana à praia

O espaço a percorrer era grande

Meus escravos pressurosos

De liteira à beira-mar me levaram

Molhei os pés

A água estava de boa temperatura

Ondas não as havia

Caminhei serenamente até ao fundão

Deixei-me deslizar para o fundo

Feliz e descontraído vim à tona de água

Afastei-me com meia dúzia de braçadas

Parei

Estava tudo tão camo à minha volta

Que a vontade de regressar não me assistia

Sentia-me melhor que nunca

Desejava eternizar aquele momento

Mas não podia ser

O sol lá longe no horizonte mergulhava

Como se de uma bola de fogo se tratasse

O doce azul do céu ia escurecendo

Dei meia volta e regressei a terra

Dispensei a liteira e meus escravos

Pisando as finas areias

Ia pensando no jantar que me aguardava

Não vos conto mais nada

É fim-de-semana

Oh mas que óptimo

Porque sou forreta de movimentos

Apenas vos recomento

Divirtam-se puxem pela imaginação…

 

Marcolino Duarte Osório

          - Peregrino -

           2012-10-06

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 01:54
sinto-me: imaginativo...!

Outubro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
26

29
30
31


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO