30
Dez 12

 

Saudades...

 

Saudades

São pequenas escaras abertas

Por perca de alguma coisa

São lágrimas de desgosto constante

Que aniquilam as nossas Almas

Um amor mal sucedido

Para uns

Seu término será um alívio

Para outros

Uma ferida constante

Que aniquila suas almas

Uma vida complicada

Para uns

Seu término será um alívio

Para outros

Será uma ferida constante

Que aniquila suas Almas

Saudades

Seja daquilo que for

Nunca deixemos que nos amargurem

Porque ter saudades é traumático

Porque ter saudades é não ter presente

É não deixar o Futuro vir ter com a gente

É aniquilar as nossas Almas

 

Marcolino Duarte Osório

          - Peregrino -

          2012-12-30

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 09:48
sinto-me: feliz da vida e sem saudades!
tags:

Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
22

23
24
25
26
28
29

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO