23
Jan 10

Saber estar na Vida...

 
Ele foi rejeitado
Por Amigos e Família
Passou a viver isolado
Sem ter alguém
Que dele se interessasse
Foram anos de ruína
Foram anos de dissabores
Foram anos de isolamento
Foram anos de abandono
Um dia
A Sorte bateu-lhe à Porta
Em forma de dinheiro
Tanto e tanto era
Que resolveu manter-se isolado
De todos quanto de si se isolaram
Resolveu mudar de vida
Mudou-se de local e residência
Passou a morar mais a seu gosto
Mais de acordo com a sua fortuna
Um dia
Alguém de um antigamente recente
Lhe perguntou
Se tinha repartido com os filhos
A Fortuna que tinha em mãos
Apenas respondeu ironicamente
Tê-la-ão sim
Mas só depois de eu morrer
Porque quem de mim se apartou
Sem razões aparentes
A mim virá sem a Razão dos Dinheiros
 
Marcolino Duarte Osório
- Peregrino -
2010-01-23
publicado por Marcolino Duarte Osorio às 09:24
sinto-me: Ele há coisas...!

Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

13
16

20

24



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO