29
Set 12

 

Aos Coveiros da Saúde…
 

Aos Coveiros da Saúde

Vos dirijo a minha mensagem

Nasci naqueles velhos tempos

Onde a tuberculose grassava

Portugal quase deixou de existir

Tal foi a mortandade

Por falta de assistência medicamentosa

Logo vieram novos medicamentos

Para dizimar tal peste

Mas só os ricos e certos afilhados

Entre crianças novos e velhos

Deixariam de morrer

Uns atempadamente medicados

Outros devidamente vacinados

Os restantes seriam para morrer

Os tempos evoluíram

O Serviço Nacional de Saúde foi criado

Democráticos cuidados médicos surgiram

Depois veio este governo prenhe de dívidas

Sem imaginação para as poder pagar

Cogitaram em longas noites de insónia

Até que encontraram uma fórmula mágica

Ei-la senhores:

Vamos lá racionar os medicamentos

Para que só os ricos e certos afilhados

Entre crianças novos e velhos

Da lei da morte se libertem

Os restantes serão vítimas da Eutanásia

Mas Eutanásia autorizada pelo governo

Camuflada sob doce e pomposo nome:

Racionamento de medicamentos

 

Marcolino Duarte Osório

          - Peregrino -

           2012-09-29

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 04:35
sinto-me: Eutanásia oficial: NÃO...!!!

Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19

23
24
25
26
28



subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO