19
Dez 09

Eis A Minha Fé...

 
Nasci Peregrino
Cresci no meio de dores
Para nas minhas Peregrinações
Minha Fé ser sempre inabalável
Continuarei a minha Caminhada
Porque continuarei a acreditar
Mesmo que todos percam a esperança
Porque continuarei a amar
Ainda que os outros cultivem o desamor
Porque continuarei a construir
Ainda que os outros cultivem a sua destruição
Porque continuarei a falar de Paz
Mesmo no meio dos que a Guerra cultivem
Porque continuarei a iluminar
Mesmo que meus olhos deixem de ver
Porque continuarei a semear
Ainda que os outros
Por nunca se desejarem vencer
No meu Campo suas ervas daninhas semeiem
Continuarei a erguer a minha voz
Feita Estandarte de Paz Amor e Partilha
Mesmo que os outros cobardemente se calem
Com este meu dom
Farei renascer sorrisos nos rostos com lágrimas
Farei renascer alívio onde quer e quando veja a dor
Farei renascer motivos de alegria onde só haja tristezas
Farei renascer a vontade de caminhar
A todos aqueles que decidiram parar
Pegarei naquelas suas doces mãos
Erguendo seus cansados braços
A todos aqueles que se sentirem exaustos
É no meio das suas desmesuradas Provações
Que aquela doce Criança
Que dentro de todos existe
Me olhará esperançada
Suplicando minha atenção para si
Para que um novo dia se lhe abra
Para se tornar num Ser Humano pleno de Fé
 
 Marcolino Duarte Osório
- Peregrino -
2009-12-19
publicado por Marcolino Duarte Osorio às 11:35
sinto-me: Homem de Fé!
tags:

Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

14
15
16
17

20
21
23
25
26

27
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO