28
Jan 10

Condescender com a Santa Ignorância...

 
Foi coisa que sempre fiz
Desde que me conheço
Mas alto aí
Quando à minha porta me tocam
Fingindo de Santos Ignorantes
Disfarçados de Maus Mendigos
 
Marcolino Duarte Osório
- Peregrino -
2010-01-28
publicado por Marcolino Duarte Osorio às 10:53
sinto-me: Muitissimo satisfeito...!!!

Marcolino:
O poema esta um pouco cifrado demais, mas suponho que os colocou no seu sítio ;)
Abraço friorento
Marta M
Marta M a 29 de Janeiro de 2010 às 12:14

Olá, Marta!
... e foi mesmo o que aconteceu...!
Nunca tenha vergonha de o fazer também, será uma forma de se sentir realizada...!
Por aqui também está um frio nada convidativo a que saia de casa, mas hoje tenho mesmo que sair, não só para esticar as pernas, mas também para ir a Lisboa tratar de assunto inadiável!
Também um abraço friorento.
Marcolino
©Marcolino Duarte Osorio a 29 de Janeiro de 2010 às 12:38

Olá Marcolino!

Gostei do Poema, e sim, talvez esteja um pouco cifrado, mas só o Marcolino é que entende bem a abrangência e o alcance do mesmo! Eu e a Marta poderemos, apenas, adivinhar o que quer dizer!

É daqueles Poemas que nascem de experiências não muito agradáveis, daí que a mensagem seja tão forte! ;)

Abraço repleto de frio desde Lx até Santo António dos Cavaleiros

Maria José
Maria José a 29 de Janeiro de 2010 às 16:37

Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

13
16

20

24



mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO