22
Mar 10

Uma Poesia...

 

Não o é só por ser criada

Pelos Poetas

Ela é-o por inteiro

De todos os Humanos

Quer sejam Poetas

Quer sejam Ascetas

Quer sejam Boémios

Qualquer ser humano

É Poeta

Mesmo que o não considerem

Porque ser Poeta

Não é só saber escrever em verso

Versos rimados

Versos desrimados

Com bonitos rodriguinhos

Tal como os versejadores o fazem

Os Poetas Ascetas

Em verso buscam a sua perfeição

Impotentes nas suas imperfeições

Buscam

Buscam

Por mais que o façam

Com e sem rima

Não param de poetar

Porque à Verdade nunca se acham chegar

Os Poetas Boémios

Esses sim

Em verso cantam as suas mágoas

Em verso cantam as suas aventuras

Em verso fazem-nos chorar

Em verso fazem-nos rir

Em verso fazem-nos sonhar

Em verso fazem-nos reencontrar

Aquele mundo há muito perdido

Escondido dentro de todos nós

Um mundo dos sentidos

O mundo da poesia desrimada

Poesia nascida com cada qual

Poesia dos repentistas

Poesia dos de alma pura

Despedida de preconceitos

Despedida de regras gramaticais

Despedida de honrarias

Despedida de sotaques

Despedida das mais-valias

Porque ela é-o por inteiro

De todos os Humanos

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2010-03-22

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 22:35
sinto-me: inspirado...!

Marcolino:
Tenho lido os seus depoimentos e admirado a forma respeitosa como se relaciona coma-as suas filhas e neto. Bonito.
Há poucos pais assim, com essa capacidade de amor e respeito...
Não tenho comentado tanto, mas continuo a visitar todos os amigos. Falta-me tempo para comentar como merecem e então prefiro não fazê-lo do que fazer só para marcar presença.
Mas hoje, dia Mundial da Poesia, tinha que visitar e "falar" com o meu amigo poeta ;)
Espero que os seus bons momentos se prolonguem e repitam.
Merece-os.
Abraço
Marta M
Marta M a 23 de Março de 2010 às 00:27

ERRATA: 1º linha - "com" "as"
Desculpe. É do cansaço.
;)
Marta M a 23 de Março de 2010 às 00:29

Olá Marta!
Fiquei extremamente sensibilizado por me ter elogiado, precisamente no dia Mundial do Poeta! Obrigado por tão grande honra!
Parece-me que, estes dois testemunhos a que se refere, e rasgado elogio tece, são bem o espelho do meu bem estar, na Vida, diáriamente, quer com a familia, quer com os amigos, quer com todos à minha volta!
Fui sempre assim...
Abraço
Marcolino
©Marcolino Duarte Osorio a 23 de Março de 2010 às 12:38

Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19

21
23
27

28
29


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO