25
Abr 10

Pontos de referência...

 

Cansei

Cansei de os olhar

Cansei de mos obrigarem a ter

Cansei de me desejar num deles

Cansei de não ser eu mesmo

Lutei pela minha unidade

Unidade de Corpo e Alma

Tal-qualmente Deus me quis

Nem melhor

Nem igual

Nem pior

Apenas igual a mim mesmo

Para poder viver em Serenidade

Em Paz comigo mesmo

Amando-me tal-qualmente sou

Nem melhor

Nem igual

Nem pior

Apenas igual a mim mesmo

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2010-04-25

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 01:26
sinto-me: sem necessitar de referências!

Marcolino:
Bonito poema, onde reflecte sobre essa dificuldade que a alguns leva anos a concretizar: ser apenas igual a si mesmo e aceitar-se plenamente, nas suas forças e fraquezas.
Nas fraquezas, principalmente ...
Bom Domingo.
Abraço
Marta M
Marta M a 25 de Abril de 2010 às 11:36

Olá, Marta!
Na realidade se nos tivessem ensinado isto, desde que nascemos, haveria muito mais seres humanos, humanizados pelos seus dons naturais, sem necessidade de se autoclassificarem como fracos, nem como hiper«auqlquercoisa». Viveriamos todos, harmonizados conosco próprios, sem termos que nos dar acima das nossas forças animicas e fisicas, em harmonia constante.
Resto de um óptimo Domingo,
Abraço
Marcolino
©Marcolino Duarte Osorio a 25 de Abril de 2010 às 12:20

Bom dia Marcolino

Uma liberdade imensa a de nos sabermos iguais a nós próprios: A liberdade da aceitação do mundo que nos preenche. Sem dúvida, uma paz, uma harmonia connosco e com aquilo que nos rodeia. Que consiga preservar sempre essa unidade Marcolino!
descobrirafelicidade a 25 de Abril de 2010 às 12:51

Olá, Teresa!
Obrigado pelas suas lindas palavras de incentivo...!
Abraço de Boa semana
Marcolino
©Marcolino Duarte Osorio a 25 de Abril de 2010 às 21:51

Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

20
21
22
24

26
28


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO