15
Mai 10

Deste Palco da minha Imodéstia...

 

 

Para quem escrevo?

Para mim mesmo?

Para o meu Alter-Ego?

Estarei neste Palco de Vaidades

Com palavras escritas

Como figurante invisível

Para me auto-afirmar?

 

 

Depois de escrevinhar

Do meu Palco vos olho

Imagino todos os lugares vazios

Nem gente

Nem risadas

Nem aplausos

Nem apupos

Reina apenas o silêncio

Aquele célebre silêncio

Cego

Surdo

Mudo

Dos monólogos Interiores

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2010-05-15

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 15:27
sinto-me: a ter um Bom Coração...!

Marcolino:
Meu amigo,olhe bem...
Eu estou lá sentada.
E escuto-o com atenção.
E aprendo de si e da sua experiência. Acredite-me.
;)
Bom Fimm de Semana
Marta M
Marta M a 15 de Maio de 2010 às 17:30

Olá, Marta!

Ontem, dia 14 de Maio, estive em Aveiro, durante todo o dia, com um grande Amigo de infância, há já 58 anos que somos grandes Amigos, e de convivio diário.

Enquanto ele trabalhava, andei eu de maquineta na mão colhendo apontamentos fotográficos. Bem perto do Rossio estava montado este palco. Subi pela entrada lateral. Fiz esta segunda fotografia pensando cá para comigo: Há-de nascer algo com esta visão... Depois sentei-me na plateia vazia e olhei o palco vazio também...

Deixei-me embalar pelos meus «Dos monólogos Interiores»...

Depois nasceu esta linda poesia que, ao fim e ao cabo, é bem o retrato daquilo que, todos nós sentimos, quando publicamos cada um dos nossos textos...

Já não ía a Aveiro há perto de 5 anos. Está cada vez mais linda...!!!

Abraço de bpm fim-de-semana

Marcolino
©Marcolino Duarte Osorio a 16 de Maio de 2010 às 01:11

Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12

18
19
20
22

24
26
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO