30
Jul 10

Jantar a dois...

 

Jantar a dois

Em sistema de vídeo jantar

Foi coisa

Nunca lembrada antes

Ligamos os computadores

Um em Portugal

Outro noutro país

Vídeo câmaras a funcionar

Som e imagem na perfeição

Recuados os teclados q.b.

Por combinação antecipada

Igualamos as ementas

Um prato típico português

Frango de churrasco

Bem picante

Acompanhado de batatas fritas

Um tomate bem maduro e fresco

Regado com fino vinho alentejano

Para finalizar

Um gelado pré cozinhado

Um bom café

Um belo uísque

Falávamos e riamos

Como se estivéssemos à mesma mesa

Em frente um ao outro

A uma curta distância

Que nos deixava ver e tocar

Conversamos como sempre fizemos

Quando nos apetecia jantar a dois

A dada altura

Lembrei-me da nossa infância

Quando falávamos ao telefone

De um passeio para o outro

Mas daqueles telefones

Feitos com duas caixas de fósforos

E uma longa linha de coser roupa

Rematei dizendo

Alguma vez sonhamos nas nossas vidas

Podermos estar a dezena de milhar de quilómetros

Um do outro

A vermo-nos um ao outro

A escutarmo-nos um ao outro

Como se estivéssemos separados por um vidro gigante

A jantar ao mesmo tempo

Confidenciando-nos coisas e loisas muito nossas

Aqui e ali apaladadas com um belo sorvo de uísque

Nem em sonhos de menino

Alguma vez nos imaginamos

Nesta realista vivência

De dois velhos irmãos cibernautas...

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2010-07-30

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 00:39
sinto-me: a viver tempos nunca sonhados!

Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
16
17

18
19
21
23
24

27
29


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO