10
Nov 10

 

O meu Direito à Recusa...

 

O meu Direito à Recusa

Foi-me dado por Deus ao nascer

Vida fora tive que o saber usar

Em muitas e diversas ocasiões

Principalmente nas da Adversidade

Hoje optei pelo meu Direito À Recusa

Às novas Adversidades

Mas de cabeça bem fria e calculista

Para jamais me deixar emaranhar

Não só nas teias da adversidade

Mas também nas opiniões à minha volta

Quero deixar passar esta Adversidade

Como se ela jamais existisse

Na minha vida diária

Nas vidas de todos à minha volta

Se serei capaz...

Homessa companheiros de Jornada

Era o que me faltava depois de chegado a velho

Perder a Santa Paciência

Seria não saber utilizar o meu Direito à Recusa

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2010-11-10

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 13:03
sinto-me: bem seguro de mim mesmo...!
tags:

Também não acredito marcolino que se deixe emaranhar pelas opiniões à sua volta... e quem se recusa a pensar pela cabeça e pelos sentimentos dos outros está bem vivo e merece ser ouvido!
Abraço
Isabel
Isabel Maia Jácome a 10 de Novembro de 2010 às 19:22

E que bom que é quando nos sentimos com força e com alma para se continuar... a trilhar caminhos de luz e de esperança!
Resto de boa semana amigo Marcolino.
João Nuno
João Nuno a 11 de Novembro de 2010 às 01:31

Novembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
13

14
15
16
19

21
22
23
24
26

29
30


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO