07
Dez 10

 

Falar por falar...

 

Alguém o mote me deu

Ao recordar-me inteligentemente

Que se as pedras desta minha rua

Me falassem

Delas obteria lindas estórias de vida

Sem a elas criticas tecer

A cada uma delas perguntaria

O peso dos passos sentidos

De cada um dos seres

Que nelas haviam pisado

Com maior ou menor peso

Das dores das suas sofridas Almas

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2010-12-07

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 17:43
sinto-me: muito feliz...!!!

Amigo Marcolino, e não é que falam mesmo! Basta sentir o que cada uma das pedra já viveu, ou melhor, os pés, os sentimentos, as risadas, as lágrimas e as ilusões que já por ali viveram.
Deliciosa esta convicção de que "existe mundo para lá do mundo que nos passa ao lado".
Obrigado.
Um bom feriado, com paz. João Nuno
João Nuno a 8 de Dezembro de 2010 às 02:37

acho que falam, magicamente para quem sabe escutá-las e também a elas, as olha com carinho!
Bj
Isabel
Isabel Maia Jácome a 8 de Dezembro de 2010 às 10:33

Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
16
17
18

20
21
23

26
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO