19
Dez 10

 

Viver sozinho...

 

Vai-nos mostrando dia-a-dia

Que amanhã seremos bem mais fortes

Daquilo que ontem e hoje fomos

Há 12 anos decretei ficar neste estado

Uma vez que achei por melhor

Fazer ver a mim mesmo

Que sempre fui bem mais forte e seguro

Daquilo que me poderia imaginar

Tive que enfrentar a sós

Uma série de calúnias que me foram dirigidas

Venci e saí altamente reforçado

Tive que enfrentar a sós

Fortes dificuldades económicas caídas do céu

Venci e saí altamente reforçado

Tive que enfrentar a sós

Fortes dificuldades da minha doença nos olhos

Venci e saí altamente reforçado

Tive que enfrentar a sós

Cancro no intestino delgado e no nariz

Venci e saí altamente reforçado

Anteontem depois do jantar

Sentado a ver televisão

Fui acometido de uma dor profunda no peito

Levantei-me

Senti-me empalidecer

De nada mais me recordo

Não sei quanto tempo depois acordei

Deitado de costas no chão

Corpo gelado

Passei minhas dormentes mãos pelo rosto

Sentia-o gelado e dormente como uma placa de cortiça

Tentei levantar-me

O que me foi impossível fazer

Disse cá para comigo

Não entres em pânico

Não embarques nesse comboio do desespero

Tinha ainda pendurado ao pescoço o telemóvel

Rastejei até à porta de entrada

Puxei o cordel preso ao manipulo

Deixei que a porta ficasse entreaberta

Carreguei na tecla 2 do meu telemóvel

De imediato fui atendido pelo INEM

Desfeitas certas dúvidas

Chegaram em menos de 10 minutos a mim

Fui socorrido

Fui levado para as Urgências

Fiquei em Observação

Hoje ao final do dia regressei a minha casa

Sinto-me fraco e dorido

Mas também me sinto altamente feliz

Porque tive que enfrentar tudo isto a sós

E mais uma vez venci e saí altamente reforçado

Este ano foi a melhor prenda de Natal que tive

Viver sozinho

Vai-nos mostrando dia-a-dia

Que amanhã seremos bem mais fortes

Daquilo que ontem e hoje fomos

Quem vive sozinho seja porque motivos forem

Não merece ser digno de comiseração

Porque foi e será eternamente

Aquele Ser Escolhido e designado por Deus

Para nos mostrar a todos

Que o nosso Bom Deus

Jamais abandonará quem assim vive livremente

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2010-12-19

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 02:36
sinto-me: de coração coragem muito forte

Marcolino
Comoveu-me muito este seu testemunho. É um grande Homem. Uma força, coragem, resiliência admiráveis que nos fortalece também. Ponha-se bom logo, sim? Um abraço
descobrirafelicidade a 19 de Dezembro de 2010 às 19:46

Olá, Teresa!
Fique descansada que tenho uma competentissima Médica de Familia, já habituada a estes desajustes da saúde, dos seus Séniores.
Estou absolutamente convencido que foi a Mão de Deus, que me ajudou a resistir!
Agora tenho que fazer uma série de exames ao meu aparelho circulatório para se actualizarem certas extensões de lesões muito antigas.
Desejo-lhe um Bom e Feliz Natal
Abraço
Marcolino
Marcolino a 20 de Dezembro de 2010 às 19:34

Marcolino, meu amigo.
Hoje fiquei preocupada consigo...Esta já mesmo recuperado?
Pode mandar-me um email a dar mais pormenores? Parece-me que foi um grande susto,não?
Percebo-o quando procura a melhor forma de "encaixar" um percalço destes, valorizando e enfatizando que ela, uma vez ultrapassada, podem reforçar a sua força a autonomia...
É verdade e penso que só lhe fará bem pensar e viver assim sendo essa a condição da sua actual vida. Porque existem muitas formas de estar sozinho "acompanhado" e não são melhores opções...
Por isso entendo a forma digna como aceita a sua vida tal como ela é.
E vive-a em paz e procurando ver sempre o lado positivo.
Entendo-o muito bem.
Admiro-o pela coragem meu amigo. E pelo exemplo.
Mas, estará tudo acautelado? Exames mais aprofundados e razões concretas foram apuradas?

Dê-me notícias, promete?
Abraço amigo
Marta M
Marta M a 19 de Dezembro de 2010 às 20:16

Olá, Marta!
Fique descansada que tenho uma competentissima Médica de Familia, já habituada a estes desajustes da saúde, dos seus Séniores.
Estou absolutamente convencido que foi a Mão de Deus, que me ajudou a resistir!
Agora tenho que fazer uma série de exames ao meu aparelho circulatório para se actualizarem certas extensões de lesões muito antigas.
Desejo-lhe um Bom Natal na companhia dos seus!
Abraço de amizade
Marcolino
Marcolino a 20 de Dezembro de 2010 às 19:32

Oh Marcolino... espero que esteja melhor. Isto não é comiseração. É carinho.
Força! E as melhoras!
Com todo o carinho
Isabel
Isabel Maia Jácome a 20 de Dezembro de 2010 às 22:04

Bom dia, Isabel!
Obrigado pelos seus votos plenos de carinho e muita amizade!
Fique descansada que tenho tudo controlado, sob o olhar atento da minha Médica de Familia, especializada em Geriatria!
Agora é só fazer determinados exames para se chegar a uma conclusão da extensão das lesões carduiacas, umas já existentes e outras, provavelmente acrescidas...
De resto sinto-me melhor, se bem que além de muito cansado sem grandes forças para os meus afazeres domésticos.
Devagar se vai ao longe!
Abraço
Marcolino
Marcolino a 21 de Dezembro de 2010 às 06:08

Marcolino
Eu sei que é cuidadoso. Mas "promete" que agora vai ter cuidados redobrados?
Foi um susto!
Espero que se sinta um pouquinho melhor e com um bocadinho mais de forças. Elas também são importantes para a recuperação...
...e quanto ao estar "sozinho": Claro que respeitamos a sua coragem, a sua capacidade de enfrentar estas agruras e que não é aprimeira vez que as enfrenta e vence.Todos lhe reconhecemos a sua coragem e a sua força que é, inclusive, um exemplo para todos nós.
...também sabe que nos momentos mais solitários - e eles às vezes existem mesmo nos mais fortes de nós - estamos interessados em lhe dar todo o carinho que merece e que nestas alturas sabe bem e reforça essa coragem imensa que já tem. Falo por mim, mas dá para ver o interesse das outras pessoas que se preocupam no bom sentido consigo, mesmo sabendo que é forte!
Queria só reforçar um mimo especial de vésperas de Natal e enviar um sopro de energia para que se recupere depressa e vote a sentir as forças necessárias para que lhe sejam menos custosos os dias.
Um beijinho e melhoras do fundo do coração para esse coração malandro que resolveu pregar-lhe e atodos nós um susto, em vésperas de Natal
Sempre,
Isabel

Amigo Marcolino, vejo pelos comentários que já está melhor.
Espero sinceramente que tenha recuperado e pronto para a época de Natal que aí vem.
Obrigado pela amizade e presença.
Um abraço
João Nuno
João Nuno a 21 de Dezembro de 2010 às 11:13

Olá, João Nuno!
Obrigado pela sua atenção neste momento tão marcante da minha saúde!
Desta vez safei-me, para a próxima, desejo safar-me também...!
Fui desportista federado, na alta competição, durante 13 anos. Os esforços deixaram marcas neste meu coração coragem que, se teve forças q.b. para me deixar chegar, muitas vezes, em primeiro lugar, agora vive atormentado porque está sempre em esforço porque uma das suas válvulas cedeu a tanta soliicitação desportiva!
Quanto ao meu Natal, pelos conselhos dos médicos deverei passar sózinho, aqui em casa, por estar demasiado frio, e o meu «ferrari bombeador de sangue», muito combalido.
Um abraço de grande amizade, e votos de um Feliz Natal!
Marcolino
Marcolino a 21 de Dezembro de 2010 às 12:29

Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
16
17
18

20
21
23

26
29
30


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO