24
Dez 10

 

 

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 08:37
sinto-me: a desejar-vos um Feliz Natal!

Olá Marcolino:
Lindo postal de Natal meu amigo ;)
Espero que passe uam noite tranquila e com saúde.
Em paz que é o que mais vale no fim das contas.
Santo Natal e vá dando notícias sempre que já tem por aqui muitos amigos.
Marta M
Marta M a 24 de Dezembro de 2010 às 10:55

Olá Marta!
Obrigado pela sua visita, pelos seus comentários, e pelos votos de Bom Natal!
Na realidade esta fotografia foi tirada de uma das janelas deste meu apartamento logo pela manhã, ainda o sol não tinha subido por cima dos montes em frente.
Aproveitei-a para desejar a todos vós um Bom e Santo Natal, com o meu editor de imagens digitais.
Porquê esta fotografia, perguntar-se-há! Simplesmente porque o Natal significa, a meu ver, o Renascimento Interior na maioria das pessoas, quer tenham ou não desavenças pessoais.
Abraço
Marcolino

Marcolino
Um santo Natal para si também com muita paz e total recuperação. Um abraço
Teresa
descobrirafelicidade a 24 de Dezembro de 2010 às 18:15

Teresa:
Grato por todos estes seus votos!
Abraço
Marcolino

Amigo Marcolino,
como se sente? Melhor? Recuperado?
Que tal o Natal?
Espero, sinceramente, que tenha sido fonte de reflexão, crença, fé e pensamentos positivos.
Também o tive nas minhas orações na Missa do Galo...acredite.
Com a certeza de que lhe desejo tudo de bom.
Um abraço forte.
João Nuno
João Nuno a 26 de Dezembro de 2010 às 03:03

Amigo João Nuno,
A sua presença neste meu espaço público, tem sido olhada por mim, de bom grado, por ver em si um Homem honesto e com um coração Coragem fora de vulgar.
A minha saúde está equilibrada com medicamentos. Esta semana tenho dois exames para fazer ao sistema cardiovascular, a fim de se saber se esta medicação actual é a adequada para esta lesão cardiaca que me foi detectada em Agosto passado.
Este Natal, contrastando com todos os outros de há 12 anos para cá, foi passado em familia em casa de um dos meus numerosos primos que me convidaram a cear com eles. Vieram-me buscar pelas 20 horas, confraternizamos, e depois das prendinhas trocadas, trouxeram-me a casa com todos os cuidados inimagináveis!
Andei com todos eles ao colo. Adoptaram-me como o seu primo dilecto, por ser daqueles primos que lhes ensinou maroteiras, e os escuta muitas vezes, quando mo pedem.
É uma ternura estar no meio deles e revejo-me, na forma como me acarinham, naquilo que sempre fiz aos seus pais, meus tios, irmãos de minha falecida mãe, enquanto foram vivos!
É lindo de ver e sentir, os mais novos, abraçarem-se a mim, com toda a sua ternura, como se de um irmão se tratasse!
Um grande Abraço de muita Amizade,
Marcolino

Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
16
17
18

20
21
23

26
29
30


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO