17
Abr 11

Imagem recolhida na Internete

 

Facebookeando...

 

Facebookeando

Resolvi aderir ao Facebook

Porque certos amigos acertados

Por ali andavam

Seus convites me enviavam

Para aderir à sua Comunidade

Resolvi aderir

Com uma certa relutância

Porque seria mais uma tarefa

Com cariz obrigatório

Absorver-me

Obrigando-me a encurtar

Meu tempo útil do meu dia-a-dia

Logo de inicio me senti desolado

Porque em vez de um olá como estás

Choveram colagens no meu Mural

Com ordens estranhas

Avessas à minha forma de estar

De principio aquiesci

Mas estas presenças nada agradáveis

Tornaram-se deveras maçadoras

Sem encanto algum

Devo ter cerca de 100 contactos

Não lhes chamarei de Amizades

É só entrar ler e sorrir

Porque as verdadeiras quando o são

Em vez de colagens a esmo

Cumprimentam

Dizem um olá como estás

Parabenizam-me no meu aniversário

Saúdam-me pelo Natal e pela Páscoa

Escrevem um abraço para ti

Escrevem um beijinho para ti

Descrevem seus afetos para comigo

Com palavras doces e mansas

Observo-vos com centenas de Amizades

Mesmo conhecendo-se pessoalmente

Aqui pelo Facebook

Tratam-se como se nunca se tivessem conhecido

Sem querer desmascaram a sua indiferença

Para quem os tem como Amizades verdadeiras

Facebook é indiferença envolta de realismo contundente

Indiferença igual a quem passa por um ser caído no passeio

Sem desejar prestar-lhe assistência

Desviando-se para passar ao lado fazendo vista grossa

Ao menos poderia pegar no telemóvel e ligar para o 112

Facebook é isolamento

Igual a quem morre sozinho sem assistência da vizinhança

Uma vez morto para que serviram estas Redes ditas Sociais

Facebook é daquelas amizades sem ninguém por perto

Alguém que passe pela nossa janela escancarada

Nos convide a sair até ao café para tertuliarmos por minutos

Facebook é uma calamitosa mentira dos Socialmente Corretos

Facebook é uma grande venda para os olhos dos distraídos

Facebook é bem o retrato desumano do momento presente

Facebook é igual à frivolidade das bonecas Barbie

 Facebook é um desmontar de quem é quem e com quem

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2011-04-17

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 06:34
sinto-me: facebookeando...!
tags:

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
15

20
23

24
25
27
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO