02
Fev 12

 

 

Estranhamente…

 

Estranhamente

Aquele seu sorriso era bem diferente

Era daqueles sorrisos que inebriavam

Era um sorriso convidativo e sorridente

Para nos entregarmos sem reservas

Para nos darmos a conhecer

Despedidos por despidos de preconceitos

Para nos deixarmos mergulhar

Nas suas invisíveis quiçá diáfanas vestes

Aquele sorriso que nos encanta

Por ser um verdadeiro sorriso

Um sorriso vindo de Deus

Vestido pelas vestes da sua sorridente Verdade

Daquelas verdades profundas e verdadeiras

Estranhamente

Deixei-me enfeitiçar por aquele sorriso da Verdade

Que me pegava ao colo me embalava tranquilamente

Sem me estontear

Sem me fazer sair de mim

Sem me fazer falsear aquele momento de Verdade

Estranhamente

Fazendo de mim um Instrumento de Paz

Estranhamente

Todo o meu Ser deixou de ser mágoa

Para se tornar num Sorriso claro e sem fim

Porque da minha Solidão sem fim

A transformou na minha Felicidade sem Reservas

Estranhamente

 

© M. Osorio

- Peregrino -

2012-02-02

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 23:53
sinto-me: de coração coragem pleno...!

30
Jun 11

 

Quando Amanhece assim...

 

Quando Amanhece assim

Sinto minha Alma Renovada

Porque a Luz Pura deste Amanhecer

Será doravante a Luz de todo o meu Servir

Servir aqui na Terra enquanto tiver saúde

Servir sem termos comparativos

Servir sem desejar ser exemplo a ninguém

Porque Servir é fazer de mim algo diferente

É poder escrever-vos diariamente

Sem ter que vender toneladas de papel impresso

Para me tornar acessível a Pobres e Ricos

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2011-06-30

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 06:54
sinto-me: um Bem Amado...!!!
tags: , ,

28
Mai 11

 

Ser Feliz...

 

Foi coisa que sempre desejei

Foi coisa que sempre a Deus exigi

Normalmente desesperadamente

Nunca com Bonança Espiritual

Chorava convulsivamente

Arranhava-me todo

Espolinhava-me

Berrava com Ele desalmadamente

Até ficar exausto

Deus Sabiamente Paciente

Deixava-me exibir assim  perante Ele

Naqueles preparos

Ele nunca se cansava

De me ver tão longe da Realidade

Eu desesperava pensando que Ele não me ligava

Um dia senti-me diferente

Parei de asneirar e pus-me manso à fala com Ele

Sabiamente e Pacientemente questionou-me

Queres mesmo ser Feliz

Sim meu Amo e Senhor eu quero ser Feliz

Já alguma vez imaginaste o que é ser Feliz

Sim ... é ter tudo o que é bom é sentir que nada me falta

Queres mesmo que te conceda o Dom da felicidade

Sim ... meu Amo e Senhor

Disse-Lhe de alma plena de Alegria e Exaltação

Olha que te concedo esse Dom mas depois não te queixes

Se me concederes esse Dom vou queixar-me de quê...

Estás preparado

Sim Meu Amo e Senhor

Então fecha teus olhos inspira e expira tranquilamente

Não sei quanto tempo se passou mas algo me havia acontecido

De bem diferente

Como te sentes agora questionou-me tranquilamente

Não Te sei dizer lá muito bem

O certo é que à minha volta nada mudou

Não deixei de ser pobre nem em rico me tornei

O Mundo continua a girar como dantes com as suas nuances

As pessoas não deixaram de ser as mesmas

Os problemas continuam a existir

As soluções apresentam-se-me bem mais lúcidas

Aí interrompeu-me com a Sua Sabedoria

Olha bem para dentro de ti mas tranquilamente disse-me Ele

Parei de argumentar para dentro de mim bem olhar

Com a Alma plena de alegria dei-me conta

Que havia deixado de ter medo de enfrentar tudo à minha volta

Porque tudo continuou na mesma

Só que em mim Ele fez mudar algo que me faz olhar

As pessoas e as coisas

A Pobreza e a riqueza

A saúde e a doença

As Junções e os Abandonos

Todos os condimentos da Vida

O frio e o calor

A fome e a fartura

Quer perca quer ganhe

Com Toda a Sua Humildade

Que eternamente Feliz me faz Sentir

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2011-05-28

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 06:18
sinto-me: Feliz...!!!

25
Mar 11

 

Se eu Te pudesse ver...

 

Se eu Te pudesse ver

Como serias Tu para mim

Desejo-Te uma grande Luz

Inteligência Luminosa

Que no meu dia-a-dia me guia

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2011-03-25

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 01:35
sinto-me: felicissimo...!

22
Fev 11

 

Onde Tu estiveres...

 

Onde Tu estiveres

Seja lá onde for

Nem que seja para além dos Céus

Não Te esqueças de mim

Não Te vejo nem alguma vez Te vi

Mas sinto-Te em todo o meu Ser

Como Vida Eterna dentro de mim

Sempre acreditei em Ti

Porque em mim tens operado Milagres

O Milagre da Vida em mim

Porque me achas capaz de não desistir

Sabes até onde irei

Tiraste-me o medo de Te seguir até lá

Nas noites geladas

Não deixas que meu corpo esfrie

Nas minhas fraquezas

Jamais me deixaste soçobrar

Todos os meus anseios justos

Tens-me ajudado a concretizá-los

Jamais me deixaste

Nem alguma vez me deixarás

Afogar em minhas lágrimas de desespero

Porque ao veres-me mergulhar nelas

Me ensinas logo o Caminho das Pedras Lisas

Como...?

Escuta meu querido Peregrino Filho de Deus

Parafraseando-te

Onde tu estiveres

Seja lá onde for

Nem que seja no teu maior desespero

Para um pouco

Olha lá para Cima para os Céus

Ergue-me os teus braços de homem de luta

Pede-me para te dar aquela serenidade humilde

Dom de todos aqueles que em Deus sabem confiar

 

Marcolino Duarte Osório 

- Peregrino -

2011-02-22

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 00:34
sinto-me: fixe...!

10
Jan 11

 

Abro-me a Deus...

 

Porque de Deus necessito

Converso com Ele

Ele me escuta serenamente

Coloco-lhe as minhas dúvidas

Suas explicações as recuso

Porque as Verdades que me revela

Não são aquelas que sempre desejei

Por isso tornei-me num infeliz

Ao recusar-me seguir as Suas Verdades

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2011-01-10

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 23:41
sinto-me: a recuperar...!!!

01
Jan 11

 

A minha Oração...

 

Que te dirijo

Neste primeiro dia de 2011

É um simples pedido

De quem encontrou Deus

No seu Caminho

Oh Senhor Deus

Pai de Jesus e nosso Pai

Por favor

Fazei-me re-encontrar

A minha sólida Face

Para que de hoje em diante

Jamais me torne em auto-agressor

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2011-01-01

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 02:03
sinto-me: sem engrenagens do ,eu Passado

28
Dez 10

 

Entrei num Templo de Deus...

 

Resolvi questiona-me sobre a minha vida

Recuei tempos infindos

Para o antes do meu nascimento

Mas de nada me serviu

Porque o antes de nada me alimenta

Tanto aquilo que foi muito bom

Como tudo quanto foi muito mau

Bem vistas as coisas

Tanto o bom como o mau

São presenças de Deus na minha vida

Que me deu a saber

Que se olhar tudo e todos

Com Amor Fraternal Universal

Jamais me sentirei beneficiado

Jamais me sentirei castigado

Porque tudo aquilo que passei

Tudo o mais que irei passar

São Dons de Deus

Para o meu aperfeiçoamento espiritual

Olhando assim o meu Passado

O meu Presente se adoçou bem mais

Para que no Futuro eu seja bem melhor

No trato com todos os Seres Humanos

Tão Filhos de Deus

Como este que vos escreve

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2010-12-28

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 04:30
sinto-me: muitissimo feliz...!

15
Dez 10

 

Oh Deus...

 

Sabes

Hoje estou meio amuado

Não sei bem aquilo que quero

Ando de um lado para o outro

Indeciso dentro de mim

Em busca da tal de Coragem

Para saber Perdoar

Perdoar acreditando

Perdoar com Amor

Perdoar pleno de Afetos

Perdoar sem segundas intenções

Perdoar sem ódios latentes

Perdoar sem rancores em vigília

Perdoar como eu gostaria de o ser

Perdoado sem me sentir magoado

Perdoado sem me sentir humilhado

Perdoado sem lágrimas do remorso

Perdoar com o Amor do Perdão

Perdoar segurando as mãos de quem perdoo

Olhando olhos nos olhos

Com grande mansidão da Alma

Dizer-lhe tranquilamente

Perdoo-te como Deus deseja que o faça

Jamais para te ferir

Sim para poderes ainda ser bem mais feliz

E a Voz de Deus sussurrou-me

Estás à espera de quê meu amado filho

Mete-te a Caminho e vai perdoar-lhes

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2010-12-15

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 23:50
sinto-me: com coragem para te perdoar!
tags: , , ,

02
Dez 10

 

Eu agradeço a Deus...

 

Diariamente

Tudo quanto vivencio

No meu dia-a-dia

Agradecer apenas o Bom

Sempre achei ser lugar comum

Agradecer também o Menos Bom

Dá-me Forças para seguir em frente

Sem me sentir sequer alquebrado

Tanto de Corpo

Como de minha Alma

Nos momentos difíceis revoltava-me

Contra Deus

Ele calava-se

E eu ficava a falar a sós comigo mesmo

Um dia

Cansado deste seu silencio

Resolvi mudar de tática

Passei agradecer-lhe a Força que me dá

Para poder ultrapassar situações menos boas

Mesmo que isso incluísse a perca de alguém

Mesmo que isso incluísse a perca de bens

Mesmo que isso incluísse uma amputação

Mesmo que isso incluísse enfrentar o câncer

Mesmo que isso inclua paraplegia

Mesmo que isso inclua o envelhecimento precoce

Foi nessa altura que reparei singelamente

Que Ele assim gostava bem mais de mim

Sem medos

Sem revoltas

Crente de que o Bom e o Menos Bom

Para poderem Coexistir Pacificamente

Ambos terão que ser aceites

Com inteligência

Com humildade

Com uma certa dose de sabedoria

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2010-12-02

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 06:31
sinto-me: decoração pleno de alegria!

Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO