06
Jan 13

 

Passear...

 

Passear

Há muito que não o fazia

Há meses que tenho estado parado

Por motivos de saúde

Tenho estado retido em casa

Mas este sábado  não resisti a um convite

Convite tentador

Para olhar horizontes diferentes

Para arejar as ideias

Para dar um pequeno passeio

Para caminhar um pouco a pé

Quem sabe fazer meia dúzia de fotografias

A tarde estava deveras interessante

Luminosa

Temperada

Sem ventos incomodativos

Parando aqui ali e acolá

Deparei-me com uma maravilhosa paisagem

Onde a foz do Tejo sobressaia

Não resisti

Pedi para pararem o carro

Lá do alto

Olhei pelo visor da máquina

Enquadrei o melhor que pude

E fixei a imagem que encima este post

Gostei do que vi

Gostei do que fotografei

Gostei do ar que respirei

Gostei de caminhar tranquilamente

Em fim

Gostei de ter gostado de poder passear

 

Marcolino Duarte Osório

          - Peregrino -

          2013-01-06

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 02:48
sinto-me: feliz por ter passeado...!
tags:

05
Mar 11

A Serra da Estrela, a caminho da cidade da Covilhã

 

Um pequeno passeio...

 

Fi-lo em dois dias

Dois dias de merecidas férias

Mas daquelas férias em boa companhia

Convidado a viajar

Lisboa - Guarda

Guarda - Porto

Porto - Espinho

Espinho - Lisboa

De onde regressei esta madrugada

Já o Rei Sol anunciava a sua presença

Fiz alguns apontamentos em imagens

Não muitas

Mas aquelas que aqui publico

São bem merecedoras deste meu Espaço

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2011-03-05

 

Serra da Estrela com o seu cune engalanado de branco

 

 

Covilhã e o cume da Serra da Estrela anubciando frios intensos

 

Pormenor do centro da cidade da Guarda junnto ao Hotel Turismo

 

Pormenor de im fim de tarde à saida da cidade da Guarda

A belissima Ponte da Arrábida num dos locais mais vistosos da cidade do Porto

E quem diz que esta zona ribeirinha não mantém as suas caracteristicas primordiais

A cidade do Porto com o seu carisma emblemático

Um dos muitos barcos para o turismo fluvial da linda Cidade do Porto

Turismo Fluvial, uma grande aposta dos portuenses

Um pôr do Sol na sobre o mar, lindissima cidade de Espinho

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 20:01
sinto-me: feliz...!
tags:

08
Dez 10

 

Dialogando com as Pedras...

 

Sim é uma aventura fantástica

Perguntar a cada pedra do passeio

Que estórias nos sabem contar

Calcorreando as calçadas empedradas

Vou olhando disfarçadamente

Cada uma das minhas pedras preferidas

Dia a dia a cada uma delas lhes pergunto

Sobre algo de interessante

Uma foi jogada com tanta força

Sobre a cabeça de um homem

Das mãos de um meliante ladrão

Que o matou

Impotente a pedra se quedou por ser pedra

Por não poder falar

Pois se pudesse contar à Policia

Logo logo teriam descoberto tal criminoso

Outras me foram contando matreirices

Dos meninotes daquele bairro

Escondidos atrás das árvores

Jogavam as pedras sobre os vidros dos carros

Riam-se muito depois fugiam para casa

Por ali andava meio mundo em busca dos malandros

Mas como as pedras não podiam falar

Lá ficava mais este crime por desvendar

A tantas quantas eram as prostitutas

Me iam contando em verso os seus dramas diários

Dramas famintos por serem dramas de gente de fome

Dramas de dor por serem dramas de gente sofrida

Em cada uma destas pedras poetisas de boca calada

Existiam manchas de sangue invisível

Muitas

Mas mesmo muitíssimas

Eram dramas ensanguentados lavados pelas lágrimas

Das loucuras das agressões físicas a que foram sujeitas

Pelos chulos proxenetas e clientes ávidos em agredir

Estas pedras dramaticamente impotentes para as proteger

Serviam de leito temporário quando eram jogadas ao chão

Soluçantes

Punhos cerrados batendo nas pedras quedas e mudas

Dedos fincados arranhando as pedras indiferentes à sua suplica

Por serem pedras dramaticamente impotentes para as proteger

Eram mais os dramas do que as alegrias

As alegrias poucas se festejam nas ruas as restantes em casa

Os dramas esses expõem-nos a todos pelas Ruas da Amargura

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2010-12-08

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 09:02
sinto-me: a oerecer-te esta flôr...!

Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO