16
Jan 13

 

Pelas madrugadas…

 

Pelas madrugadas

Ela entra de mansinho

Sem pedir licença de pernoita

Instala-se à sua maneira

Teimosamente egoísta

Cabeça desperta

Olhos bem abertos

Minha mente vagueia

Aqui ali e acolá

Sempre em busca de algo novo

Desejando esquecer

Que a velha insónia não arreda pé

Quanto mais velho

Mais ela me ama incondicionalmente

Transforma minhas noites de descanso

Em autênticos pesadelos

Mal o Rei Sol aparece

Lá vem o meu sacrificado sono

Levanto os estores

Deixo a luz do dia entrar

Acomodo-me sob o edredão

Adormeço tranquilamente

Pelas madrugadas

O meu medo de morrer sozinho

Entra de mansinho

Sem pedir licença de pernoita

Instala-se incomodativamente

Não me deixando dormir tranquilamente

 

Marcolino Duarte Osório

          - Peregrino -

          2013-01-16

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 04:56
sinto-me: tomado pela insónia...!
tags:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
14
15
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO