04
Fev 10

Quem passa pela minha Vida...

 
Quem passa pela minha Vida
Passa sozinho
Porque quem minha Vida toca
É parte de um Amor invisível
Do Amor Fraternal e Universal
Onde cada Amor emanado
É peça única
Nunca substituindo alguma vez
Outros Amores comigo partilhados
 
Quem passa pela minha Vida
Passa sozinho
Porque quem minha Vida toca
É Parte de um Amor invisível
Que quando tem de partir
Jamais seguirá só
Porque sempre leva um pouco de mim
Alguma vez me deixará só
Que a mim deixa como herança
Sempre um pouco de si próprio
 
Quem passa pela minha Vida
Passa sozinho
Porque quem minha Vida toca
É Parte de um Amor invisível
Que a mim toca pleno do tal Amor
De mim outro tanto de Amor levará
 
Quem passa pela minha Vida
Passa sozinho
Porque quem minha Vida toca
É Parte de um Amor invisível
Que se chega a mim sem o tal Amor
Também de mim pouco ou nada levará
Porque uma Vida sem esse tal Amor
Será uma árvore sem flores e frutos
Flores anémicas sem viço e sem perfume
Transformar-se-ão em Amor sem Beleza
 
Marcolino Duarte Osório
- Peregrino -
2010-02-04
publicado por Marcolino Duarte Osorio às 22:17
sinto-me: Ser assim mesmo...!
tags: ,

Sentado à beira Tagus...

 
Olhando mansamente
Suas águas correrem livremente
Em direcção às águas Atlânticas
De braços fortes e firmes estendidos
Para as acolherem em longo amplexo
No final de uma ininterrupta Vida
Ora Mansa
Ora Meandrica
Ora em Rápidos
Acabando num Estuário
Sem dor nem estertor
Desde a sua Nascente
Até a este singelo e glorioso ocaso
Como se de um dos Céus se tratasse
 
Marcolino Duarte Osório
- Peregrino -
2010-02-04
publicado por Marcolino Duarte Osorio às 00:41
sinto-me: A tomar um café com alguém!
tags:

Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
20

21
22
23
26
27



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO