16
Mar 11

 

Gosto de te olhar...

 

Gosto de te olhar

Quando à janela chego

Meu olhar se espraia sem fim

Por esta paisagem das lezírias

Outrora Celeiro de Lisboa

Hoje em dia

Viveiro de bairros periféricos

Plenos de dilemas e desajustes

Mas eu que já aqui tive o meu quinhão

Olho-te com eterna ternura

Aquela ternura silenciosa

Que só aos Velhos é peculiar

Gosto de te olhar

Gosto das nuvens passantes

Desenhando sombras fantasmagóricas

Sobre telhados e todos os vales

Gosto das mansas brisas matinais

Gosto do teu eterno perfume das lezírias

Gosto de ver subir os nevoeiros matinais

Gosto dos montes e vales

Mesmo aqueles rasgados pelas autoestradas

Mantêm a sua primitiva beleza

Beleza sem fim

Da sua natureza naturalmente natural

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2011-03-16

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 08:25
sinto-me: feliz...!

08
Mar 11

 

És Flor...

 

És Flor delicada

Que desabrocha dia-a-dia

És linda e comunicativa

Como o Rei Sol o é

És tímida mas serena

Tal como a Lua se me mostra

Tens Vida dentro de ti

Vida plena da tua Natureza

Um dia gostaria de te conhecer

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2011-03-08

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 08:06
sinto-me: feliz...!

06
Mar 11

Já alguma vez...

 

Ao olhar-me ao espelho

Refleti apenas o meu exterior

Ou será sempre assim indecifrável

O reflexo do meu interior

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2011-03-06

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 19:57
sinto-me: feliz!
tags:

05
Mar 11

A Serra da Estrela, a caminho da cidade da Covilhã

 

Um pequeno passeio...

 

Fi-lo em dois dias

Dois dias de merecidas férias

Mas daquelas férias em boa companhia

Convidado a viajar

Lisboa - Guarda

Guarda - Porto

Porto - Espinho

Espinho - Lisboa

De onde regressei esta madrugada

Já o Rei Sol anunciava a sua presença

Fiz alguns apontamentos em imagens

Não muitas

Mas aquelas que aqui publico

São bem merecedoras deste meu Espaço

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2011-03-05

 

Serra da Estrela com o seu cune engalanado de branco

 

 

Covilhã e o cume da Serra da Estrela anubciando frios intensos

 

Pormenor do centro da cidade da Guarda junnto ao Hotel Turismo

 

Pormenor de im fim de tarde à saida da cidade da Guarda

A belissima Ponte da Arrábida num dos locais mais vistosos da cidade do Porto

E quem diz que esta zona ribeirinha não mantém as suas caracteristicas primordiais

A cidade do Porto com o seu carisma emblemático

Um dos muitos barcos para o turismo fluvial da linda Cidade do Porto

Turismo Fluvial, uma grande aposta dos portuenses

Um pôr do Sol na sobre o mar, lindissima cidade de Espinho

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 20:01
sinto-me: feliz...!
tags:

01
Mar 11

 

Para além do para lá...

 

Fica esse mundo desconhecido

No entanto diariamente

Há quem se aventure a lá chegar

Uns ficam-se para cá do para além

Outros passam para lá do para além

Mas a quem antes se apeia

E no mesmo trem seguia

Quem no mesmo trem continuou

A quem se apeou

Não saberá nunca descrever

O que se sente à entrada do para além

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2011-03-01

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 04:12
sinto-me: em Março...!!!

Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
17
18

23
26

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO