22
Abr 11

 

Se pudesse voar...

 

Se pudesse voar

Se tivesse o peso do ar

Flutuaria levado pelas frescas brisas

Entre o Céu o Mar e a Terra

Voaria pelos altos das Montanhas

Planaria sobre os Grandes Vales

Pousaria tranquilamente

Onde minha alma pudesse respirar

Ora no topo das altas escarpas

Ora nos rochedos beijados pelo mar

Descansando das agruras da Vida

Meditando sobre erros cometidos

Aplanando decidido todos os excessos

Para poder partir para novas etapas

Etapas diárias de aprendizagem

De um continuo renovamento interior

Se pudesse voar...

Mesmo que não o possa fazer

Entre o Céu o Mar e a Terra

Deixar-me-ei envolver no meu todo

Pelas Forças da Mãe Natureza

Para que o meu espírito se renove

Para que o meu corpo se refresque

Para que Corpo e Alma jamais se separem

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2011-04-22

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 19:37
sinto-me:

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
15

20
23

24
25
27
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO