11
Jan 10

Na minha Diáspora...

 
Só peço a Deus
Que a dor não me seja tão dolorosa
Que a Morte não me encontre
Desprevenido
Solitário
Imaginando-me de missão incumprida
Só peço a Deus
Que a injustiça não me fira de morte
Que jamais me obrigue a dar a outra face
Depois de ter sido magoado brutalmente
Só peço a Deus
Que a guerra psicológica não me destrua
Pois ela é um monstro grande demais
Que pisa cego forte e escarninha
Por todo o ser da minha benquerença
Só peço a Deus
Que a mentira não me atribua o que nunca fui
Se um só mentiroso tem mais poder que minha honra
Que esse usurpador reponha a Verdade sobre mim
Só peço a Deus
Que o Novo Futuro não me assuste dia e noite
Imaginando-me ter que caminhar às cegas e ao engano
Por ter que viver numa cultura diferente da minha raiz
E Deus respondeu-me
De todos os dons que te dei
Escolhe o sentimento de amar a vida
Escolhe o sentimento de amar os seres humanos
Escolhe a tua consciência de aprender tudo de bom e belo
Escolhe aprender com teus erros cometidos
Escolhe a tua capacidade de escolher novos rumos
Escolhe ter acesso e respeitar aquilo que te é indispensável
Pão
Trabalho
Acção
E se achares que algo ainda te está faltando
Vai buscar dentro de ti mesmo a resposta correcta
Na tal Força Infalível da tua Força
Para encontrares e desbravares novos rumos
 
Marcolino Duarte Osório
- Peregrino -
2010-01-11
publicado por Marcolino Duarte Osorio às 10:40
sinto-me: Esperançado, o suficiente...!

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

13
16

20

24



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO