23
Jan 10

Saber estar na Vida...

 
Ele foi rejeitado
Por Amigos e Família
Passou a viver isolado
Sem ter alguém
Que dele se interessasse
Foram anos de ruína
Foram anos de dissabores
Foram anos de isolamento
Foram anos de abandono
Um dia
A Sorte bateu-lhe à Porta
Em forma de dinheiro
Tanto e tanto era
Que resolveu manter-se isolado
De todos quanto de si se isolaram
Resolveu mudar de vida
Mudou-se de local e residência
Passou a morar mais a seu gosto
Mais de acordo com a sua fortuna
Um dia
Alguém de um antigamente recente
Lhe perguntou
Se tinha repartido com os filhos
A Fortuna que tinha em mãos
Apenas respondeu ironicamente
Tê-la-ão sim
Mas só depois de eu morrer
Porque quem de mim se apartou
Sem razões aparentes
A mim virá sem a Razão dos Dinheiros
 
Marcolino Duarte Osório
- Peregrino -
2010-01-23
publicado por Marcolino Duarte Osorio às 09:24
sinto-me: Ele há coisas...!

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

13
16

20

24



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO