28
Abr 11

Imagem recolhida na Internete

 

Não sei o que me aconteceu...

 

Não sei o que me aconteceu

Outrora de muito boa memória

Hoje sem boas e más memórias

Nem sei se fiquei senil demais

Ou se é algum mecanismo de defesa

Desde que nasci até ontem

Tinha dentro de mim

Rimas de boas memórias

Em poesia livre e desrimada

Quando hoje acordei manhã cedinho

Quis saber de todo o meu passado

Como resposta senti apenas um vácuo imenso

Nada doloroso

Bastante estranho por diferente

Mas muitíssimo saboroso

Não sei o que me aconteceu

Mas não desejo que pare de me acontecer...!

 

Marcolino Duarte Osório

- Peregrino -

2011-04-28

publicado por Marcolino Duarte Osorio às 22:40
sinto-me: que não quero que me passe...!

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
15

20
23

24
25
27
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO